Arrebatamento

Eliã Oliveira

Compositor: Não Disponível

De repente haverá um alarido em toda Terra
Desespero e aflição tomam conta de toda esfera
A mãe procurando o filho, mas não consegue encontrar
O alarme é geral na Terra, no Céu e no mar

Carros chocam-se nas ruas, navios perdem-se nos mares
Aviões sem seus pilotos arrebentam-se nos ares
A mãe na maternidade amamentando o filho Seu
De repente ela olha nos braços: Cadê o meu filho? Desapareceu!
A filha não voltou pra casa, nem o esposo regressou
E alguém desesperado pergunta
O que será? O que foi? Quem sequestrou?

Há um grito nas Américas, na Rússia e no Japão
Desespero na Europa, no Egito, destruição
E aqui no Brasil, sumiu milhares de cristãos

Ah! É a volta do Senhor
Jesus Cristo apareceu e sua Igreja arrebatou

E a Igreja lá na glória, canta um hino da vitória
Dando honra, dando glória ao Cordeiro que foi morto e reviveu
Cordeiro Santo, imaculado, que por Deus foi separado
Adorado, exaltado, proclamado, para sempre, Filho de Deus

Eis aqui, vos digo um mistério
Na verdade, nem todos dormiremos
Mas todos seremos transformados
Num momento, num abrir e fechar de olhos
Porque a trombeta soará
E os mortos ressuscitarão incorruptíveis
E nós seremos transformados

Porque convém que isto que é mortal
Se revista da imortalidade
E isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade
E quando isto que é mortal se revestir da imortalidade
E isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade
E então cumprir-se-á a Palavra que está escrita
Tragada foi a morte na vitória
Onde está ó morte o teu aguilhão?
Onde está ó inferno a tua vitória?
Porque somente um poucochinho de tempo
E o há de vir, virá e não tardará!
Jesus está voltando! Prepara-te!

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital